Campanha Anti-Plágio

Pamela Chris

sábado, 29 de setembro de 2012

Estilhaça-me - Tahereh Mafi

Bom dia! Como está o fim de semana? Bem, bora aproveitá-lo lendo uma resenha de um livro que eu ADOREI A-M-E-I!

"Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro."


Nota:




Em uma palavra: Estranho Fabuloso

No começo eu me senti meio perdida com o livro. Não que os acontecimentos me confundissem, mas porque a narrativa é completamente bizarra diferente de tudo o que eu já ouvi.
Explico: Juliette é uma jovem de 17 anos que há quase um ano vive num quarto escuro, sem ver e sem falar com ninguém, apenas munida de uma caneta e de um caderno. Então seus pensamentos não podem mesmo ser muito coerentes. Ela devaneia, repete palavras e “risca” coisas como se não quisesse mesmo pensar nelas, ou como se fossem pensamentos de seu subconsciente. As palavras são românticas, recheadas de metáfora e impressionantes. Aliás, acho a narração mais próxima da mente humana do que qualquer outra, exceto pela parte de tantos devaneios metaforados (eu sei que a palavra não existe, mas é melhor para vocês entenderem).
Ainda assim, mesmo feito de uma forma como para compreender a mente de uma jovem solitária é perfeitamente compreensível para nós a história. Fora que isso nos deixa mais próximos do sentimento de Juliette, que não é nada simples.
Eu adorei a personagem principal. Ela é o tipo de pessoa que é odiada, julgada, xingada, desprezada e muito mais. Porém seu coração é maior do que tudo isso. Mesmo quando as pessoas eram cruéis com ela, ela tentava ser o melhor. Ela fazia o melhor por elas. Pois, como Adam mesmo disse, ela foi a única coisa boa que sobrou no mundo. Ela é uma jovem frágil, mas que se mostra forte para seus inimigos. Fiquei impressionada com isso, pois pela narração você vê sua fragilidade, seus medos. Pelos diálogos você percebe como ela luta contra tudo isso.
E Adam também é um rapaz maravilhoso, do seu jeito. Extremamente sexy e perceptivo, ele viu essa bondade em Juliette quando ninguém queria sequer olhar para ela. Sabia como cuidar dela e para que ela também ficasse bem. Espero muito mais deles dois nos próximos livros (yeah, sou apaixonada por um romance).
Por falar em romantismo... Os toques, minha nossa. Nunca pensei que fosse ficar tão eletrizada em ouvir falar sobre os dedos na pele de alguém. Juliette nunca soube o que era um abraço, um carinho, e ela ansiava por conhecer essas sensações. Então imagine como era cada vez que Adam tocava sua pele, beijava seu pescoço... Como mil fogos queimando ao mesmo tempo. Ansiei por esses momentos tanto como ela, e é mesmo uma pena que seus beijos não tenham continuado em dados momentos. Interrupções são tão frustrantes...
Eu posso falar que eu me apaixonei completamente por James? Seria spoiler??? Ok, eu me apaixonei por esse personagem. Foi inevitável. E, sim, eu também quero ver muito mais dele nos próximos livros.
O livro é cativante, muito romântico e nos prende à cada frase. E, sim, as pessoas têm razão ao se lembrarem de X-men, rsrsrsrs. Juliette é como a Vampira, só que com outros poderes bem legais.E mesmo que o final não seja daqueles chocantes, com acontecimentos importantes para o próximo segundo (aqueles do tipo “e de repente ele apareceu com uma arma apontada para minha cabeça. FIM") nós ficamos super ansiosos para os próximos livros. E uma enorme vontade de reler o livro.

2 comentários:

  1. Ainda nao consegui tempo para ler esse livro mas ele esta aqui na "filinha" rs.
    Me surpreendi com a sua resenha. Nao achei que o livro fosse tudo isso. Tambem gosto de um romancezinho e no meio dessa loucura toda deve ter dado um toque todo especial a historia.

    bjs.

    http://booksandmuchmore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse livro, mas não consegui compra-lo e também to com uma listinha um pouco cheia, porém assim que conseguir um espaço irei ler. Principalmente depois da sua resenha. Li muitas falando mal e muitas falando bem, estou em dúvida se vou ou não gostar. Mas assim que ler e postar a resenha te digo.
    bjos!

    http://luadesangue1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Outros livros:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...