Campanha Anti-Plágio

Pamela Chris

domingo, 10 de junho de 2012

Extras - Scott Westerfeld

Boa tarde! Aproveitando o domingo?
Hoje vim trazer a resenha de "Extras", 4° livro da série "Feios". E para quem quiser conferir as resenhas dos outros livros, é só clicarem nos links:
Feios
Perfeitos
Especiais


"Extras: Ser Popular é a Nova Regra

No quarto livro da série, "A Era da Perfeição" ficou no passado. A libertação promovida graças aos esforços de Tally Youngblood deu fim a uma cultura onde a beleza e as modificações cerebrais, que transformavam todos em avoados, eram a base do sistema. Nesse novo mundo onde Aya Fuse - não apenas uma Feia de 15 anos, mas uma Extra - tenta sobreviver, existe uma coisa muito mais importante e poderosa do que a beleza: a fama.
Ocupando o 451.611º lugar em uma tabela que mede a popularidade das pessoas, Aya é só uma Extra nesse complexo sistema social. Mas a descoberta de um grupo de misteriosas meninas que se arriscam a surfar em trens magnéticos pode ser a oportunidade perfeita para alcançar o seu lugar no topo. Uma matéria tão boa que irá despertar o interesse de todo mundo, incluindo alguém há muito desaparecido.
"


Nota:



Em uma palavra: Irônico
Como nos outros livros as série (exceto o terceiro, acho) o livro começa fútil. Só que não como antes, quando tudo o que as pessoas pensavam era na beleza. Dessa vez tudo o que as pessoas pensam são na fama [Será que isso me lembra um certo planeta?]. E com Aya não é diferente. Puxa, ela é obcecada pela fama. Tudo bem que é o dinheiro local (sim, é isso mesmo. O dinheiro é chamado de Méritos e você tem quanto mais famosa você é), mas mesmo assim.
O que eu quero dizer é que Aya acaba sendo fútil e mesquinha por causa de umas boas imagens para a sua matéria. Caramba, mesmo estando entre a vida e a morte ela dizia para sua câmera: Moggle, consiga boas imagens.”
Não vou dizer que ela é totalmente um saco, porque não é. Mas algumas vezes me irritou bastante.
O personagem que eu mais gostei foi o Frizz. Não por que ele fosse bonito ou legal, mas por causa de sua Honestidade Radical. Imagine o quão divertido é ler sobre uma pessoa que não pode mentir e nem guardar segredos? Bem, é claro que não é tão divertido quando a pessoa está rodeada de inimigos e precisa esconder informações para salvar a própria vida...
A história flui de maneira inesperada. Primeiro estamos surfando na linha de trens, depois descobrindo coisas, digamos... bizarras, e que podem muito bem mudar o mundo. Além de que também pode ser bastante perigoso. Gostei do mistério, e principalmente da dúvida que paira até as últimas páginas do livro. E, é claro, não poderíamos deixar de ficar muito felizes com a volta de nossa antiga protagonista e heroína, Tally YoungBlood (quem sentiu falta dela levanta a mão \o/\o/\o/\o/). Mesmo que ela continue gostando de explodir coisas, hehe.
Um livro que nos faz refletir até onde iríamos para conseguir nossos 15 minutos de fama e também sobre o quão honestos somos com os outros ou nós mesmos. A série, com certeza, fechou com uma chave de ouro e com uma solução (essa é para quem lembra do final do terceiro livro) de nos fazer bater palmas.

Bjs

Um comentário:

  1. Oi, tudo bom?
    Ai esse livro parece ser tão fofinho *.*
    Eu não vi ele pessoalmente, mas por algumas fotos no facebook
    eu vi o quanto ele é lindo fisicamente.
    Pela resenha parece que a história também é linda. Quero muito ler!
    Ótima resenha!
    Participando muito.
    Território das garotas
    @territoriodg
    Bjss *-*
    Passa lá no blog?
    Tem muitas promoções, Julieta imortal, apaixonados entre outras...
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Outros livros:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...