Campanha Anti-Plágio

Pamela Chris

domingo, 11 de setembro de 2011

Bienal e Sussurro

Consegui ir para a Bienal na sexta!!! UHUUU! Achei que não iria conseguir esse ano, mas estava eu lá. Espero q na próxima vez eu consiga ir tds os dias, pq gostaria de ouvir os escritores que lá vão.

Ou q pelo menos eu consiga ir como autora...
Vcs acreditam que a Editora Multifoco ñ estava na Bienal esse ano? Procurei por ela e ñ achei d jeito nenhum. Achei tão estranho, pq ano passado ela estava na Bienal de São Paulo. E pq uma editora do Rio não estaria na Bienal do Rio? Vai entender...
Mas pelo menos me divertir muito e tive vários ataques de histeria... Tantos livros, e eu ñ pude comprar nenhum :(. Mas conheci um monte. Um dia, quando eu tiver dinheiro p/ comprar livros, irei satisfazer meus desejos.
E, veja só, encontrei um livro escrito por uma jovem da minha idade. E o livro parece ser bom. [Vou procurar na net, e quando achar vou postar aqui para vocês.] É bom ver pessoas jovens escrevendo e publicando livros (como eu, huahuahua).
Ah, vou deixar ali do lado o endereço de alguns sites de livros por quais eu me interessei. Livros de autores brasileiros, e esperam que vcs gostem.
Quando eu tiver mais tempo para conhecer esse mundo brasileiro (leia-se: qnd eu tiver net em casa) ponho uma página aqui falando desses novos autores e publicando suas sinopses.


  • Editora: Intrínseca
  • Autor: BECCA FITZPATRICK
  • ISBN: 9788598078786
  • Ano: 2010
  • Número de páginas: 264
  • Formato: Médio

Enquanto isso, falo de mais um livro que li há tempos atrás, mas que até agora me deixa louca: Sussurro, da série Hush Hush. Tenho certeza que muita gente conhece, mas, nossa, tenho que falar sobre ele.
Bem, para quem não sabe, lá vai a sinopse:
“Se apaixonar nunca foi tão fácil... ou tão mortal!
Para Nora Grey, romance não fazia parte do plano. Ela nunca esteve particularmente atraída aos garotos de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga, Vee, a empurre em cima deles. Não até que Patch chegue.
Com aquele sorriso fácil e olhos que parecem ver dentro dela, Nora fica atraída a ele contra sua vontade.
Mas após uma série de aterrorizantes encontros, Nora não tem certeza em quem confiar. Patch parece estar em todo o lugar que ela está, e saber mais sobre ela do que seus amigos mais próximos. Ela não consegue decidir se deve cair em seus braços ou correr e se esconder. E quando ela tenta buscar algumas respostas, ela se encontra perto de uma verdade que é mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Porque Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que sucumbiram - e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada custará a sua vida.”

E esse livro é, definitivamente, apaixonante. Engraçado (apesar d q eu rio com qualquer livro, rsrsrs), cativante, misterioso, e nos deixa loucos.
Patch é um cara em incomum, e a cada página nos perguntamos quais são as suas verdadeiras intenções. Não sabemos se torcemos para Nora se encontrar com ele ou ñ, pq cada encontro pode ser um passo para a morte.
Fora tbm as cenas “românticas” (defina “romântica”). Essas nos deixam com os olhos vidrados nas páginas, e até prendemos a respiração. Até que algo mais aterrorizante acontece, e prendemos novamente respiração, dessa vez por um motivo diferente.
E se em alguns livros podemos explicar dados mistérios (oh, aquele vulto foi a imaginação dela...), nesses não. As coisas acontecem (ou não acontecem) e ficamos nos perguntando como foi (ou ñ foi) aquilo de fato.
Bem, vou pôr um pedaço do livro para explicar melhor o q quero dizer:
“Ande no Arcanjo comigo.”
Eu estiquei meu pescoço, encarando-o. Gritos estridentes ecoaram enquanto os carros ressoavam nos trilhos.
“Duas pessoas por assento.” Seu sorriso mudou para um sorriso malicioso vagaroso e ousado.
“Não.” De jeito nenhum.
“Se continuar fugindo de mim, você nunca vai descobrir o que realmente está acontecendo.”
Aquele comentário deveria ter feito eu correr. Mas não fez. Era quase como se o Patch soubesse exatamente o que dizer para atiçar a minha curiosidade. Exatamente o que dizer, exatamente no momento certo.
“O que está acontecendo?”
“Só há uma maneira de descobrir.”
“Não posso. Tenho medo de altura. Além do mais, a Vee está esperando.” Só que, de repente, pensar em subir tão alto no ar não me assustava. Não mais. De um jeito absurdo, sabendo que eu estaria com o Patch me fez sentir segura.
“Se você der uma volta completa sem gritar, eu direi ao Treinador para mudar nossos assentos.”
“Eu já tentei. Ele não cede.”
“Eu posso ser mais, convincente que você.”
(...)
Patch sacudiu seu queixo para a rampa. “Parece que é a nossa vez.”
Eu empurrei o portão giratório. Na hora em que chegamos à plataforma de embarque, os únicos carros vazios eram os bem da frente e bem de trás da montanha-russa. Patch se dirigiu em direção do primeiro.
(...)
Os carros rolaram para trás, então se lançaram para frente. Não de um jeito suave, nós nos dirigimos para longe da plataforma, subindo colina acima uniformemente. O cheiro de suor, ferrugem, e água salgada soprando do mar encheu o ar. Patch sentava-se perto o bastante para ser cheirado. Eu capturei o traço mais leve de sabonete de menta espesso.
“Você está pálida,” ele disse, inclinando-se para ser ouvido por sobre os trilhos estalando.
Eu me senti pálida, mas não admiti isso.
No cume da colina, houve um momento de hesitação. Eu conseguia enxergar por quilômetros, observando onde à região rural se misturava com o barulho dos subúrbios e gradualmente se tornava a grade dos lugares de Portland. O vento retinha-se, permitindo que o úmido assentasse na minha pele.
Sem querer, eu roubei uma olhada para o Patch. Eu encontrei um sentido de consolação em tê-lo ao meu lado. Então ele lançou um sorriso sarcástico.
“Assustado, Anjo?”
Eu apertei a barra de metal parafusada na frente do carro enquanto senti meu peso insinuar-se para frente. Uma risada trêmula escapou de mim.
Nosso carro voou demoniacamente rápido, meu cabelo chicoteando atrás de mim. Inclinando-se para a esquerda, então para a direita, nós tremíamos sobre os trilhos. Dentro, eu senti meus órgãos flutuarem e caírem em resposta ao passeio. Eu olhei para baixo, tentando me concentrar em algo que não estivesse se movendo.
Foi então que eu notei que meu cinto de segurança tinha se soltado.
Eu tentei gritar para o Patch, mas minha voz foi engolida pelo movimento do ar. Eu senti meu estômago ficar oco, e eu soltei a barra de metal com uma mão, tentando colocar o cinto de segurança ao redor da minha cintura com a outra. O carro se lançou para a esquerda. Eu bati de ombros com o Patch, pressionando contra ele tão arduamente que doía. O carro levantou vôo, e eu senti se levantar dos trilhos, não totalmente fixo neles.
Nós estávamos submergindo. As luzes piscando nos trilhos me cegavam; eu não conseguia ver pra que lado o trilho se virava no final do mergulho.
Era tarde demais. O carro inclinou-se para a direita. Eu senti uma onda de pânico, e então aconteceu. Meu ombro esquerdo bateu contra a porta do carro. Ela se abriu, e eu fui arrancada do carro enquanto a montanha-russa acelerava sem mim. Eu rolei para os trilhos e lutei por algo para me ancorar. Minhas mãos não achavam nada, e eu desabei sobre a beirada, mergulhando diretamente para baixo pelo ar negro. O chão se acelerou até mim, e eu abri minha boca para gritar.
Quando dei por mim, o passeio acabou repentinamente na plataforma de desembarque.
Meus braços doíam de tão apertado que Patch me segurava. “Agora, isso é o que eu chamo de grito,” ele disse, sorrindo ironicamente para mim.”

Entendem agora o que eu quero dizer?
É meio como Crepúsculo, porém muito mais picante e aterrorizante. Vale à pena ler.
Bem, até a próxima. E espero que tenham gostado.
BJS

3 comentários:

  1. Memes são perguntas que blogueiros indicam aos outros para eles responderem! ;D


    Beijinhos, :*
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  2. Ai, eu queria ter ido tanto para a Bianal...
    Deve ter sido um máximo.


    Adorei seu blog. Lógico que não poderia deixar de segui-lo. Ficaria muito feliz se seguisse o meu também.

    Ah, gostaria de aproveitar e te convidar para participar do sorteio que está acontecendo em meu blog, de uma bolsa à sua escolha, da ML Bolsas.

    http://mundofashionfemenino.blogspot.com/2011/09/mega-sorteio-em-parceria-com-ml-bolsas.html


    http://mundofashionfemenino.blogspot.com/

    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  3. Só copiar as perguntas e responder aqui em seu blog.

    Boa noite! :3


    Beijinhos, :*
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir

Outros livros:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...